Gazeta do Povo Jornais assume posicionamento e apresenta novidades  para leitores e mercado publicitário.

O mundo está em constante transformação. Faz tempo que nossa rotina já não é a mesma. O jeito de consumir música mudou, de assistir a Tv também, a maneira de pedir taxi, de reservar hotel, o fato é que tudo que acontece ao redor está mudando. Na indústria da comunicação não tem sido diferente. A quatro anos de complementar seu centenário, a Gazeta do Povo Jornais está com olhar voltado para o futuro, tendo investido ao longo dos últimos anos em estratégias para fortalecer e melhorar a relação com seus leitores e parceiros comerciais. As iniciativas passaram por nova abordagem de conteúdo, dando ênfase à opinião, investimento em infraestrutura tecnológica e a ampliação das opções de serviços e vantagens como o Clube Gazeta do Povo, que possui uma rede de estabelecimentos com desconto para assinantes.

Estratégia se desdobra em inovações que passam pelo formato impresso, adoção de edição única de fim de semana e novo modelo de comercialização.

Gazeta do Povo Jornais assume posicionamento e apresenta novidades para leitores e mercado publicitário.

Como a Gazeta do Povo Jornais não para de evoluir, desde o dia 1º de dezembro a Gazeta do Povo, Tribuna e Enkontra.com passam a circular em formato único, o berliner. “Não medimos esforços para trazer mais informação, serviços e opinião de uma maneira fácil e descomplicada. Por isso, nossos leitores ganham praticidade e modernidade ao receberem uma edição impressa ainda mais completa, pensada para acompanhar o ritmo e o estilo de vida do nosso público”, explica Axeu Beluca, diretor de Marketing da Gazeta do Povo Jornais.

Não medimos esforços para trazer mais informação, serviços e opinião de uma maneira fácil e descomplicada.

AXEU BELUCA

DIRETOR DE MARKETING DA GAZETA DO POVO

Em azul o tamanho atual da Gazeta do Povo e em rosa, o tamanho berliner, que circula desde 1º de dezembro.

Em azul o tamanho atual da Tribuna e em rosa, o tamanho berliner, que circula desde 1º de dezembro.

Edição de Fim de semana: acompanhando o ritmo e o estilo de vida dos leitores

As mudanças na Gazeta do Povo são ainda maiores. Inova no formato diário e oferece uma edição única para o fim de semana, que circula aos sábados. “Trata-se de uma nova proposta de jornal. A parceira ideal para nossos leitores relaxarem, desfrutarem o prazer da leitura e compreenderem o mundo de um jeito novo”, diz Ana Amélia Filizola, diretora da Unidade Gazeta do Povo Jornais. Segundo ela, é uma edição pensada para seguir o novo ritmo e os diferentes estilos dos leitores. Todo fim de semana, haverá conteúdo e serviços especiais, como o conteúdo do The New York Times e Enkontra.com, além de uma revista temática exclusiva apenas para os assinantes

Segundo Leonardo Mendes Junior, diretor de Redação da Gazeta do Povo, as mudanças não interferem na qualidade do conteúdo. “Vamos manter temas globais com repercussão local e vice-versa. Vamos ter um noticiário aprofundado conectado às informações de consumo rápido, priorizando o factual na plataforma digital”, explica. Repórteres especializados vão trazer uma visão mais aprofundada dos temas e o jornal ainda contará com artigos de uma equipe de colunistas reforçada.

Vamos manter temas globais com repercussão local e vice-versa. Vamos ter um noticiário aprofundado conectado às informações de consumo rápido, priorizando o factual na plataforma digital.

Leonardo Mendes Junior

DIRETOR DE REDAÇÃO DA GAZETA DO POVO

“A proposta a partir de agora é um jornal voltado para o futuro, sempre pensando no que será, não o que já foi”, complementa Leonardo. Além disso, a Gazeta do Povo permanece valorizando o cidadão como protagonista, enfatizando os exemplos de empreendedorismo, associativismo, a sociedade como motor das mudanças. “Continuamos como referência, ou seja, a fonte mais confiável de informação para quem quer saber do Paraná”, diz. O diretor de Redação já antecipa que um novo site, previsto para 2016, vai trazer um modelo de home alternativa, que poderá ser personalizada com o tipo de notícia que o leitor prefere acessar.

Métrica única de audiência. Gazeta do Povo é o quinto jornal mais lido do Brasil.

Numa iniciativa que coloca os jornais brasileiros na vanguarda dos mercados de comunicação de todo o mundo, ao lado de países como Inglaterra e Espanha, agências de publicidade e anunciantes poderão agora saber a audiência total desses jornais, somando as plataformas impressa e digital.  Depois de um ano de trabalho conjunto com a Associação Nacional de Jornais (ANJ), a empresa de pesquisa de mercado Ipsos construiu a Métrica Única de Audiência, que mostra o tamanho real do universo multiplataforma de leitores de jornais no Brasil.

O grande desafio do trabalho foi desenvolver um processo estatístico e de fusão de dados que permitisse somar o número de pessoas que leem os conteúdos jornalísticos no impresso e nas plataformas digitais levando em conta que uma mesma pessoa lê o mesmo jornal em diferentes plataformas. “Hoje o acesso aos jornais se dá de diversas formas, com muita gente lendo seu jornal preferido tanto no papel quanto no celular ou no computador.

Era preciso criar  uma  metodologia que integrasse as métricas correntes para cada plataforma e descontasse essa superposição de leitores. Foi o que fizemos, com a colaboração da comScore e do IVC”, explica Flávio Ferrari, Diretor da Ipsos no Brasil, referindo-se às outras duas instituições que forneceram dados para o projeto.

Pelo levantamento realizado ao longo do primeiro semestre, cobrindo o número dos que consomem o conteúdo do jornal via aparelhos móveis, internet e versão impressa, descontadas as sobreposições, a Gazeta do Povo atingiu a média 3,8 milhões de leitores ao mês. A Gazeta do Povo é o quinto jornal quality paper (exclui jornais populares e esportivos) mais lido do Brasil. A representatividade do jornal paranaense é bem maior do que a de outros estados, como Minas Gerais e Bahia. 

Era preciso criar  uma  metodologia que integrasse as métricas correntes para cada plataforma e descontasse essa superposição de leitores. Foi o que fizemos, com a colaboração da comScore e do IVC.

FLAVIO FERRARI

DIRETOR DA IPSOS NO BRASIL

Novo modelo para maximizar resultados

Atenta a essa nova dinâmica de mercado, com formas diferentes do consumo de informação, a estratégia da Gazeta do Povo Jornais traz um novo modelo de comercialização, ainda mais transparente e readequada para atender pequenos e grandes anunciantes. “Nossa premissa é maximizar os resultados dos nossos clientes, dando ênfase à frequência, cobertura e impacto. Decidimos mudar a lógica de comercialização para rentabilizar o negócio”, diz Guilherme Vieira, diretor de Negócios Digitais e Multiplataforma.

 A partir de dezembro, as novas soluções comerciais priorizam a audiência multiplataforma da Métrica Única, com possibilidades que permitem um resultado melhor para o anunciante, além de ser mais acessível financeiramente e mais democrática. “Com a nova política comercial tivemos uma redução de preço significativa para conquistar novos segmentos para o meio jornal e fidelizar os anunciantes atuais”, comenta Vieira. Ele compara o novo modelo comercial ao modelo adotado já há alguns anos pelas companhias aéreas. Ao mesmo tempo em que hoje as passagens são baratas e acessíveis, os voos estão sempre lotados ou com uma ocupação considerável. “Antigamente as passagens eram caríssimas e os voos geralmente vazios. Estamos seguindo essa mesma lógica: temos uma margem menor para cada produto, mas é um modelo que possibilita tirar o máximo de proveito do estoque de espaços comerciais que temos, oferecendo pacotes que conseguem extrair o máximo da nossa audiência para atender à necessidade dos clientes”, diz.

O novo modelo alia formatos modulares de alto impacto com soluções de grande peso na entrega digital, que privilegiam a frequência necessária para as campanhas dos anunciantes e parceiros,valorizando ainda mais a atenção dos leitores para os materiais publicitários. A publicidade passa a ser vista como mais um serviço que complementa o mix de informação e de opinião disponibilizado diariamente aos leitores. “Estamos falando do equilíbrio de um ecossistema. Um bom produto é a combinação de conteúdos editorial e de consumo. Quanto mais anunciantes tiver, melhor será o serviço prestado ao leitor pela Gazeta do Povo. Oferecemos formatos modulares de alto impacto harmonizados com as editorias do jornal”, acrescenta Vieira.

 O CEO da Mirum Agence, Guilherme Gomide, afirma que este movimento da Gazeta do Povo Jornais é muito acertado, principalmente pelo crescimento acentuado nos meios digitais. “A empresa se posiciona de maneira mais segura e essa inovação é prova da coerência e adequação do produto junto ao mercado consumidor, que está em constante mudança”, comenta. Como leitor, Gomide acredita que a mudança de formato deixa a leitura mais agradável e valoriza os espaços publicitários.

A empresa se posiciona de maneira mais segura e essa inovação é prova da coerência e adequação do produto junto ao mercado consumidor, que está em constante mudança.

GUILHERME GOMIDE

CEO DA MIRUM AGENCE

Modelo de combo multiplataforma

Todo o conceito dessa estratégia da nova Gazeta do Povo também está na campanha institucional , lançada em 20 de novembro. Assinada pela Getz, as peças abordam esse mundo novo de transformações, mostra situações do dia a dia que estão mudando, que as novidades não param de chegar a cada momento. O filme, por exemplo, traz a ideia de que hoje as pessoas trabalham, se divertem e compartilham tudo de outro jeito. O material enfatiza que “a cada momento tem um mundo diferente se abrindo, para ser entendido, para ser descoberto ou só para ser curtido. Viver esse mundo novo, isso também é Gazeta”.

E não é só isso

A atuação da Gazeta do Povo também está voltada para o fortalecimento das plataformas Haus, Viver Bem, Bom Gourmet e Agronegócio. Esta última venceu o prêmio ADVB 2015 com o projeto Expedição Safra na categoria Agronegócio. A consolidação do Clube Gazeta do Povo, que agora inicia parcerias em todo o Paraná e segue com ações para valorizar os assinantes, oferecendo descontos e benefícios em restaurantes, shows, eventos culturais e de lazer. Outro destaque é a plataforma de compra e venda de veículos, imóveis, empregos e serviços Enkontra.com, que foi premiada como melhor case digital no prêmio ADVB 2015.
 
A Gazeta do Povo Jornais também começa a explorar a venda programática, uma maneira automatizada de vender mídia. Outra estratégia é divulgar sua nova área, o GPBC – Gazeta do Povo Branded Content, núcleo que chegou recentemente ao mercado para prestar serviço de publicidade nativa (conteúdos patrocinados por marcas, com linguagem editorial e publicados nos seus veículos), produção de conteúdo (online e offline), produção audiovisual (webséries, vlogs), criação customizada (multiplataforma) e produtos próprios.

A diretora da Unidade Gazeta do Povo Jornais, Ana Amélia Filizola, destaca que a empresa vem mudando a partir do que acontece no mundo para atender aos leitores e clientes.

Diante de tantas transformações, posso dizer que estamos preparados por que somos fortes: pela equipe que temos, pela história que construímos e por visualizar as mudanças e responder rapidamente a elas.

Ana Amélia Filizola

DIRETORA DA UNIDADE GAZETA JORNAIS